O Conselho Federal de Medicina (CFM) prorrogou por mais seis meses o prazo de recadastramento para os médicos. Ou seja, aqueles que ainda não entregaram seus documentos e informações têm até o dia 11 de novembro de 2010 para fazê-lo e regularizar sua situação junto ao Conselho Regional de Medicina de seu estado. Cerca de 20% dos médicos que atuam no território nacional ainda precisam atualizar seus dados profissionais para a confecção da nova Cédula de Identidade Médica.

A prorrogação do prazo, que inicialmente terminaria em 11 de maio, teve dois motivos: contemplar a alta demanda pelo recadastramento registrada nos últimos dias e beneficiar a implementação do certificado digital, o chamado CRM Digital, proposto para janeiro de 2011. (saiba mais sobre certificado digital).

O recadastramento busca atualizar os dados dos médicos e vai permitir saber de fato quem são, quantos são e onde estão os médicos brasileiros. O envio de informações, como as qualificações, a área de atuação e as características pessoais e profissionais de cada médico (entre local de origem e de exercício da medicina) devem auxiliar em pesquisas e estudos estatísticos que permitirão traçar o perfil e as necessidades dos médicos do País.

Documentação necessária – Após concluir o recadastramento on-line, o médico deverá dirigir-se ao conselho regional de seu estado, levando, além de fotografia colorida 3×4, originais e cópias da carteira de identidade, título de eleitor, CPF, comprovante recente de residência, diploma, títulos de especialista, carteira profissional e comprovante de sociedade em empresa de serviços médicos, se for o caso. Se médico estrangeiro, deverá apresentar, também, comprovante de legalidade de permanência no país. O médico receberá, posteriormente, um aviso para retirar a sua nova carteira, assim que estiver disponível. O endereço para acessar o recadastramento no CRMDF é http://recadastramento.cfm.org.br/crmcad

Fonte: CFM

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.